HQs Indies! “Buried: Os últimos dias da humanidade”!!!

E hoje vamos trazer uma HQ brasuca para vocês NatYvos, “Buried: Os últimos dias da humanidade”, escrita por Raphael Duarte, que é roteirista e colorista de Brasília. Inspirada nos clássicos futuristas dos anos 80, como: Exterminador do Futuro, Fuga de Nova York e  Blade Runner. Raphael já tem experiência com Quadrinhos, já fez alguns trabalhos como freelancer em HQs indies americanas.

Com isso o Quadrinho é cheio de ação e drama em um futuro pós-apocalíptico onde o principal inimigo da humanidade luta contra sua extinção.

Sinopse

O mundo já não é mais o mesmo, com a explosão de uma grande guerra, que trouxe também há destruição e junto à possível extinção da raça da humana, outra conseqüência da guerra foi que as mulheres foram esterilizadas, não conseguindo mais ter filhos. Assim a humanidade em vicissitude de sua eminente destruição, mergulhou em uma utopia de caos de destruição.

Os governos caíram, as cidades foram destruídas e pessoas escravizadas para atender as poucas pessoas que ainda tem poder e influência.

Assim conhecemos Buried, membro de um grupo de sobreviventes que, como em qualquer mundo pós-apocalíptico, seguem a sua rotina em busca de algum lugar para viver em paz e acabam atraindo a atenção de salteadores. Nada exatamente novo, é verdade. Mas algumas nuances do roteiro dão à HQ seu toque peculiar.

O roteiro corre fluido. As apresentações dos personagens são objetivas e bem construídas, deixando claros os objetivos dos personagens e em aberto os pequenos ganchos para as futuras edições. É de se admirar que toda a estória se passe em apenas 22 páginas, o que deixa bem claro que o roteiro foi enxugado visando não perder páginas à toa. Isso faz com que a leitura seja rápida e, necessariamente, acaba por deixar o leitor ansioso pela edição seguinte, mesmo a edição nº 1 sendo fechada em si.

O que tem de ruim…

Uma historia clichê sobre mundo pos-apocalíptica , aonde você pode ter a impressão do que vai acontecer na próxima pagina, ou seja um enredo linear que pode ter um final já previsível. Mas que não deixa em nada a desejar…

 

O que tem de bom…

Mesmos com a ideia de um historia clichê, aonde o fim se mostra previsível, você tem que ter essa HQ, os personagens são ricos e ainda mais com problemas que vão alem da sobrevivência, e ainda tendo que se mostrar o mesmo heroísmo da saga do heróis que não quer a responsabilidade mas que é lhe dado 

 

 

 

 

Compartilhar

Related posts

Leave a Comment